HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Faixa oeste do BR tem mais um dia de muito calor; Chuva diminui na região Central, mas tem alerta de temporal

Publicado em 13/01/2022 10:30 e atualizado em 13/01/2022 11:46 1393 exibições
Condição mais crítica para calorão continua sendo no oeste do Rio Grande nesta quinta-feira (13)

Logotipo Notícias Agrícolas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) ainda mantém nesta quinta-feira (13) alerta laranja para calor intenso no Rio Grande do Sul. A onda de calor segue elevando as temperaturas no estado, e também na Argentina, Uruguai e Paraguai. 

Todas as áreas do Rio Grande do Sul regiustraram aumento nas temperaturas máximas nas últimas 24 horas. Segundo dados coletados nas estações meteorológicas do Inmet, na quarta-feira (12), as maiores temperaturas foram registradas em Quarai/RS - 41.5ºC, Uruguaiana/RS teve 41.1ºC e Bagé/RS teve máxima de 40ºC.

O modelo de previsão de temperatura do Inmet prevê que nesta quinta-feira novos recordes podem ser registrados no estado gaúcho, sobretudo no extremo oeste. O modelo indica máxima acima de 40ºC na área. Todas as regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, oeste do Paranál, extremo oeste de São Paulo e Mato Grosso do Sul têm previsão de temperaturas acima dos 30 graus nesta quinta. 

"Esta onda de calor será parcialmente quebrada por uma frente fria que avança sobre o Sul do Brasil a partir do domingo, 16 de janeiro. Mas a chuva desta frente fria não será para todos e o calor vai continuar intenso em áreas do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul", prevê a Climatempo. 

Veja o mapa de previsão de temperatura nas próximas 93 horas: 
 

GIF 13-01-2022 10-51-37
Fonte: Inmet

O volume de chuva já diminuiu bastante no Brasil Central, mas as áreas de instabilidade ainda favorecem a formação de nuvens carregadas em alguns pontos e as previsões mais recentes da Climatempo alertam para risco de temporais no Centro-Oeste, Sudeste, Norte e Nordeste do Brasil nesta quinta-feira (12). 

"A movimentação de um VCAN (Vórtice Ciclônico de Altos Níveis) seca o ar e dissipa a nebulosidade sobre parte da Bahia, de Minas Gerais e sobre o Espírito Santo. Ao mesmo tempo, a circulação mais periférica deste vórtice aumenta a chuva na porção norte do Nordeste, entre o Maranhão e a Paraíba", afirma a consultoria. 

A condição para temporal é observada no centro-oeste e sul de São Paulo, oeste de Goiás, norte e leste do Mato Grosso, Maranhão, Piauí e no norte do Paraná. Ainda nessas as áreas, em alguns pontos as chuvas podem chegar com intensidade entre moderada e forte, com raios e rajada de ventos. 

Com relação aos volumes, o modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), prevê as maiores precipitações para o Mato Grosso, com volumes entre 20mm e 40mm nas próximas 24 horas. Entre esta quinta e sexta-feira (14), a chuva também pode ser mais expressiva em pontos isolados do Maranhão e no Piauí, com acumulados de até 40mm nos dois estados. 

Veja o mapa de previsão de precipitação nas próximas 93 horas: 
 

GIF 11-01-2022 10-56-09
Fonte: Inmet


 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário