Previsão do tempo: Tempo instável permanece em todas as regiões

Publicado em 09/03/2011 14:16 763 exibições
Maiores acumulados estão previstos para áreas do Norte e Nordeste.
QUINTA, DIA 10

Sul

Volta a chover em boa parte da região, inclusive no interior, mas o acumulado será baixo. Apenas na costa do Paraná e de Santa Catarina, o acumulado ainda será elevado. O frio volta a predomina na Serra Geral, tanto na temperatura mínima como na máxima. Entretanto, de forma geral, espera-se um dia quente na região.

Sudeste

A situação pouco muda e as chuvas atingem boa parte do Sudeste. Apenas a maior parte do interior de São Paulo permanecerá com tempo seco. Elevado acumulado de chuva atinge parte do litoral de São Paulo, toda a costa do Rio de Janeiro e do Espírito Santo e o norte e oeste de Minas Gerais. A temperatura máxima continua subindo, porém de forma lenta.

Centro-Oeste

A previsão é de chuva generalizada em Mato Grosso, Distrito Federal, grande parte de Goiás e no norte de Mato Grosso do Sul. Apenas no centro e leste de Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás, o risco de chuva será um pouco menor. A invernada, com temperatura máxima mais baixa, volta a tomar conta do centro e sul de Mato Grosso. A temperatura também permanecerá baixa em Goiás, Distrito Federal e no leste e sul de Mato Grosso do Sul.

Nordeste

Destacamos a volta da chuva forte e generalizada para boa parte do sul da Bahia. Trata-se do fim da grande estiagem que predominou ao longo de todo este início de ano na região. Em algumas praias, há risco de intenso temporal, com acumulado de mais de 60 milímetros. Também chove forte no centro e oeste da Bahia, Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte. Por outro lado, o tempo ainda permanecerá seco no nordeste da Bahia, Sergipe e Alagoas. O calor predomina em boa parte da região, com exceção de partes do oeste e sul da Bahia e do leste da Paraíba e Rio Grande do Norte.

Norte

Dia será de chuva em toda a região, sendo que em boa parte do Amazonas, a previsão é de elevado acumulado de chuva. Em Codajás, a sudoeste de Manaus, o acumulado pode passar dos 200 milímetros, correspondendo a 65% da média do mês de março. Por conta da grande quantidade de nuvens, a temperatura máxima permanece baixa em boa parte do Amazonas.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul

Na sexta e no sábado, destaca-se o elevado acumulado de chuva na costa do Paraná e no litoral norte de Santa Catarina. Entre 13 e 17 de março, volta a chover em toda a região, mas de forma geral, esperam-se baixos acumulados. Apenas no centro e norte do Rio Grande do Sul e no nordeste do Paraná, o acumulado varia entre 30 milímetros e 50 milímetros neste período. Além disso, uma massa de ar polar promete derrubar a temperatura em toda a Região neste período.

Sudeste

A chuva forte atingem a costa da região na sexta, além do norte do Espírito Santo e de Minas Gerais. No sábado, a chuva forte passa a atingir o norte e oeste de Minas Gerais e o norte do Espírito Santo. Entre 13 e 17 de março, a chuva volta a atingir todo o Sudeste, com acumulado de mais de 100 milímetros entre o norte do Espírito Santo e de Minas Gerais.

Centro-Oeste

Na sexta e no sábado, prosseguem as chuvas generalizadas sobre Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e norte de Mato Grosso do Sul. Entre 13 e 17 de março, a previsão é de chuva em toda a região, inclusive em Mato Grosso do Sul. O acumulado chega aos 100 milímetros no sudeste de Mato Grosso.

Nordeste

As chuvas generalizadas atingem boa parte do Nordeste na sexta, com exceção do nordeste da Bahia, Sergipe e Alagoas. No sábado, destacamos o intenso temporal previsto no oeste do Maranhão. Entre 13 e 17 de março, as chuvas atingem toda a região, mas o acumulado será baixo entre Sergipe e Alagoas. No nordeste da Bahia, volta a chover forte no período.

Norte

Os grandes temporais atingem Roraima, leste do Amazonas, Pará e norte do Tocantins na sexta. No sábado, as chuvas enfraquecem sobre o Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia, mas os temporais atingem o Pará, Tocantins e Amapá. Entre 13 e 17 de março, as chuvas permanecem concentradas sobre o leste da Região, sendo mais intensas no Amapá.

Tags:
Fonte:
Somar Meteorologia

0 comentário