Em Cascavel, agricultores estimam perdas de até 100%

Publicado em 05/08/2011 07:32 696 exibições
O pasto está pintado de branco, a temperatura registrada é de 0,5 grau. Mais uma vez, a geada cobre as pastagens em Cascavel, neste inverno. O trigo foi atingido, principalmente nas baixadas. Na fazenda do agricultor Zeca Zardo, os grãos que resistiram às geadas de junho, agora foram queimados. Os 200 hectares estão completamente perdidos.

Na região oeste do Paraná, o milho também foi bastante maltratado. Primeiro pela geada, depois foram as chuvas e o resultado, os produtores veem na hora da colheita.

Zeca nem terminou de colher os 150 hectares e já se deu conta do prejuízo. Ao olhar de longe, a espiga cheia engana. O produtor explica o que a geada e o excesso de umidade provocaram nos grãos: “A geada obrigou o grão a amadurecer antes do tempo porque matou o pé. A chuva depois fez o grão brotar”.

De acordo com a última estimativa de safra, a queda na produção já chega a 24% no estado, sem contar a última geada. O Paraná deve colher um milhão de toneladas a menos do que no ano passado.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário