Cachaça vira negócio de sucesso para ex-alunos em Dionísio

Publicado em 24/09/2020 14:15 59 exibições

A principal atividade desenvolvida na Fazenda Pilados, localizada em Dionísio, é a bovinocultura, mas desde 2019 a cachaça tem sido uma fonte de renda alternativa para os proprietários que iniciaram a fabricação da bebida na propriedade após participarem do curso de Produção de Cachaça oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES em  parceria com o Sindicato do Produtores Rurais de Dionísio.

Os amigos Walison Pena Soares e Dárlon de Castro Marques são os responsáveis pelo negócio e contam que buscaram informações em diversas fontes, mas a oportunidade de fazer o curso foi o diferencial. “Nos interessamos pela formação do SENAR e disponibilizamos nosso alambique para a realização das aulas. Durante o curso todos os alunos ficaram encantados e a empolgados com cada informação recebida”.

Colocando o aprendizado em prática, no primeiro ano eles produziram 5 mil litros de cachaça, e esse ano chegarão a 10 mil litros. O produto tem como maior mercado as cidades de Coronel Fabriciano, Ipatinga, Timóteo e Santana do Paraíso localizadas no do Vale do Aço. Walison conta que o nome da cachaça “Belo Vale” é uma homenagem à região. Além do Vale do Aço a bebida também é vendida em Dionísio e São Domingos do Prata.

“Sem o SENAR nosso sonho não se tornaria realidade e nosso produto não teria o mercado e a aceitação que temos hoje. Temos uma cachaça de alto padrão, de extrema qualidade e muito palatável”. Dárlon de Castro Marques, responsável pelo setor de vendas.

“A família Belo Vale tem orgulho em dizer que tudo foi estudado e muito bem formulado nos mínimos detalhes devido a todo apoio e informações passadas através do professor Estevão Castro, instrutor do SENAR MINAS”. Walison Pena Soares, proprietário.

Fonte:
Assessoria de Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário