Ovos: Forte calor reduz produção e cotações têm alta expressiva

Publicado em 10/02/2014 09:52 325 exibições

As temperaturas elevadas e a falta de chuva vêm prejudicando a produção de ovos em todas as regiões pesquisadas pelo Cepea. Segundo agentes do setor, o forte calor tem elevado o índice de mortalidade das galinhas, resultando em menor oferta de ovos. Alguns produtores chegam a relatar falta de produto. Além disso, o clima seco já começa a se tornar um obstáculo para quem produz e precisa tomar medidas de racionamento de água. De acordo com levantamentos do Cepea, a diferença entre os preços dos dois tipos de ovos (branco e vermelho) segue elevada em algumas localidades, devido à oferta mais restrita do vermelho – as dificuldades na criação de poedeiras vermelhas por conta de questões sanitárias continuam. Do lado da demanda, apesar de o calor limitar o consumo, o início do mês (recebimento de salário) somado ao período de volta às aulas têm estimulado as compras.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário