Suínos: Preços não estão dentro da normalidade, mas devem melhorar com maior consumo

Publicado em 26/05/2014 15:26 e atualizado em 27/05/2014 16:53 530 exibições

Durante quase todo o mês de maio, os preços do suíno vivo nas principais praças trabalharam em estabilidade, salvo por algumas variações pontuais no Rio Grande do Sul, no Paraná e no Mato Grosso.

Para o produtor Alcides Miotto, de Toledo (PR), os preços não estão dentro da normalidade, mas ele considera a situação passageira. "Nos primeiros dez dias de junho os preços devem melhorar".

Miotto aponta que junho deve trazer melhoras para o consumo interno da carne por conta do frio, que começa a ser mais acentuado nesta época. Os produtores também possuem boas expectativas para as exportações, que devem aumentar com as granjas dos Estados Unidos afetadas pela Diarreia Epidêmica Suína e com a Copa do Mundo, que deverá trazer um aumento no consumo de diversos produtos, entre eles, a carne suína.

Produtores da região de Miotto estão obtendo, em média, uma margem de lucro de 5% a 10%. Segundo o produtor, o preço atual cobre o custo de produção, mas os bons preços girariam em torno de R$3,40/kg.

Há preocupação com o preço elevado dos insumos, mas a proximidade da colheita do milho safrinha  traz perspectivas mais tranquilas, uma vez que a oferta deve aumentar e, consequentemente, o preço do milho deve diminuir.

Confira os preços do suíno vivo nas principais praças nesta segunda-feira (26):

 

Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário