Proteína Animal: Frango vivo tem nova alta em MG; estabilidade no suíno vivo é reflexo de oferta e demanda equilibradas

Publicado em 25/09/2014 11:22 e atualizado em 26/09/2014 11:51 295 exibições

Nesta quinta-feira (25), o frango vivo mineiro passou a ser negociado a R$2,85/kg, registrando a terceira alta do mês. O suíno vivo apresenta preços estáveis nas principais praças, após algumas altas pontuais durante a semana para o suíno vivo em São Paulo (R$4,75/kg) e no Rio Grande do Sul (R$4,47/kg).

O presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), Valdomiro Ferreira, explica que a estabilidade nos preços do suíno vivo se deve a um consumo equilibrado com a oferta. Mesmo com a oferta moderada por parte dos suinocultores, o consumo também se mostra moderado nesta época do ano, o que faz com que a média se mantenha. As exportações também não trazem grande impacto para a suinocultura nacional, uma vez que não há excedente a ser exportado, tendo sido valorizado o abastecimento do mercado interno.

"Com um consumo maior, estaríamos atingindo R$90/@ em São Paulo", afirma o presidente. O preço máximo do estado é R$89/@, mas há também um preço mínimo de R$87/@ quando a venda é realizada para grandes frigoríficos que também se abastecem de animais provenientes de outros estados.

A alta do frango mineiro abre margem também para uma futura alta do frango vivo paulista antes da virada do mês. De acordo com análise do Avisite, desde 1º de julho e até anteontem (23), tanto Minas como São Paulo registravam 10 (dez) correções na cotação do frango vivo. Minas agora tem 11. São Paulo deve acompanhar rapidamente.

Confira as cotações nas principais praças:

Suíno vivoFonte: Suino.com
Estado Preço Máximo (R$/kg vivo) Variação (%)
Santa Catarina 4,20 0,00
Paraná 4,27 0,00
Rio Grande do Sul 4,47 0,00
São Paulo 4,75 0,00
Mato Grosso 3,76 0,00
Goias 3,90 0,00
Minas Gerais 4,50 0,00
BRF/SC* 3,20 0,00
Aurora/SC* 3,30 0,00
Pamplona/SC* 3,20 0,00
FrangoFonte: Valor Rural
Praça Preço - R$ / kg Variação (%)
Minas Gerais 2,85 0,00
Cascavel/PR 1,86 0,00
Jacarezinho/PR 2,80 0,00
Maringa/PR 2,05 0,00
Toledo/PR 2,50 0,00
Umuarama/PR 2,70 0,00
Chapecó/SC 1,86 0,00
Palmitos/SC 1,86 0,00
Sul Catarinense/SC 1,90 0,00
São Paulo/SP 2,70 0,00
Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário