SC: Suinocultores terão Central de Compras

Publicado em 07/11/2014 15:08 52 exibições

Uma Central de Compras criada pela Cooperativa Agroindustrial dos Suinocultores Catarinenses (COASC),  com o apoio do Sebrae/SC, passará a funcionar intensamente, a partir desta semana, no oeste barriga-verde para atender os criadores de suínos independentes.  Eles são, em Santa Catarina, cerca de 350 produtores que mantém aproximadamente 70 mil matrizes e produzem 1 milhão 680 mil suínos por ano. Trinta  desses criadores são os fundadores da cooperativa; os demais se associarão nos próximos meses.

O anúncio da ativação da Central de Compras foi feito nesta sexta-feira pelo presidente da COASC Losivanio Luiz De Lorenzi, pelo coordenador regional do Sebrae/SC Ênio Alberto Permeggiani e pelo gestor do programa de centrais de compras Jefferson Reis Bueno.
Santa Catarina detém a maior, a melhor e a mais desenvolvida suinocultura do país, com rebanho de 7,5 milhões de cabeças que representa 19,2% do rebanho nacional. Para organizar a força produtiva dos criadores não-participantes do sistema integrado de produção agroindustrial, foi constituída em fevereiro deste ano a Cooperativa dos suinocultores, com sede jurídica em Concórdia, junto à Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS).
Os 30 primeiros associados da COASC, no conjunto, representam um movimento em torno de 900 mil suínos por ano. “O desafio é trazer esta comercialização para dentro da cooperativa através da compra conjunta de todos os insumos para as propriedades rurais”, expõe De Lorenzi.

A Central de Compras terá movimento econômico da ordem de 2 milhões de reais por mês. A estrutura consistirá de armazéns, silos e escritórios. Está em funcionamento provisoriamente na sede da ACCS em Concórdia, mas, em alguns meses, terá sede própria. As compras coletivas ocorrem desde junho deste ano e envolvem produtos essenciais da atividade, como milho, farelo de soja, medicamentos, núcleos para ralações, entre outros.

O Sebrae/SC assessorou todas as fases do processo através de consultores e metodologia específica para a  constituição jurídica e organizacional da Cooperativa que conta com cooperados distribuídos de forma estratégica em todo o Estado de Santa Catarina. O planejamento, agora, prevê a admissão e a integralização de novos cooperados.

De acordo com o presidente, a Associação Catarinense de Criadores de Suínos sentia a necessidade de oferecer aos associados algo que proporcionasse redução de custos no momento das compras e uma melhor remuneração nas vendas. “Avaliamos inúmeras alternativas e percebemos que as compras e vendas coletivas eram o que trariam esse resultado. A COASC também vem suprir outra demanda nas propriedades que é a falta de mão de obra, pois faremos todo o trabalho de cotações e logística de entrega dos produtos adquiridos pelo associado, tendo em vista que na maioria das empresas rurais o proprietário é quem trabalha diretamente na atividade”, concluiu.

Tags:
Fonte:
MB Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário