Cepea: Carne suína está mais barata que há 2 anos

Publicado em 27/03/2015 11:27 56 exibições

Cepea, 27 - O preço médio da carne suína no atacado da Grande São Paulo e de Santa Catarina está menor que em março do ano passado e também que em março de 2013, segundo levantamentos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. O principal motivo é a demanda enfraquecida ao longo deste mês, mesmo com a carne suína competitiva frente à bovina. Na média de 2014, a carne suína foi 27% mais barata que a bovina (comparativo da carcaça comum suína com a carcaça casada de boi), mas, neste mês, seu preço está 41% menor – dados referentes à Grande SP.

No front externo, as vendas também estão reduzidas neste ano. Nos três primeiros meses de 2014, foram exportadas 92,6 mil toneladas de carne in natura e, neste ano, até a terceira semana de março, o volume se limitava a 65,9 mil toneladas – em 15 dias úteis de março, o volume foi de 20,1 mil t.

Quanto à oferta de suínos para abate, é considerada relativamente ajustada à demanda dos frigoríficos, com produtores vendendo os animais conforme chegam ao peso ideal. Nesse contexto, as quedas nos preços do vivo têm sido limitadas. Segundo pesquisadores do Cepea, indústrias têm relatado dificuldade em repassar os custos do suíno vivo à carne ao vendê-la no segmento atacadista. Colaboradores do Cepea dos mercados de frango de corte e ovos comerciais, opções de proteína mais barata, também apresentam as mesmas queixas.

No atacado da Grande São Paulo, a carcaça comum suína é cotada, em média, a R$ 5,35/kg na parcial de março (até o dia 25), queda de 2% em relação a março do ano passado e de 4,6% sobre o mesmo mês de 2013 – valores deflacionados pelo IPCA de fev/15. No caso da carcaça especial, as desvalorizações são de respectivos 1,9% e 4,2% nos mesmos comparativos, com o quilo negociado atualmente na média de R$ 5,66/kg.

Na região catarinense de Braço do Norte (SC), o preço médio da carcaça comum suína na parcial de março (até o dia 25), de R$ 5,22/kg, fica 1,7% abaixo do registrado no mesmo mês do ano passado, de R$ 5,31/kg, e 3,7% inferior ao de março de 2013, de R$ 5,42/kg.

No caso dos cortes suínos, as quedas são ainda mais significativas. Para a paleta desossada, houve desvalorização de 6% no comparativo com março de 2014 e de 7,3% sobre mar/13, com o quilo negociado a R$ 6,64 no atacado da Grande SP na média deste mês. Para o mesmo corte com osso, que no acumulado do mês registra cotação média de R$ 6,34/kg, os recuos foram de 10,7% e 9,6%.

Negociado a R$ 9,09/kg na parcial de mar/15, o lombo suíno está 8,2% mais barato que em março/14 e 10,6% frente a mar/13. Para o pernil com osso, as baixas são de 6,6% e 10,4%, nesta ordem, com o quilo comercializado, em média, a R$ 6,37 neste mês (até o dia 25). Para a costela, a média atual, de R$ 8,47/kg, é 11,7% menor que de a 2014 e 6% inferior à de 2013.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário