Suíno Vivo: Mercado registra nova alta em Minas Gerais nesta 3ª feira

Publicado em 14/06/2016 17:25

Nesta terça-feira (14), o mercado de suíno vivo voltou a registrar alta. Seguindo os ganhos do Rio Grande do Sul, a bolsa de suínos de Minas Gerais também registrou aumento na referência para os próximos dias. Já em São Paulo, a reunião da tarde de ontem sinalizou manutenção, após algumas semanas de recuperação.

Segundo a ASEMG (Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais), a nova referência é de R$ 4,60 pelo quilo do vivo – o que representa um acréscimo de R$ 0,20. Produtores esperam que o mercado continue reagindo e que a tendência é de que a comercialização siga firme, apesar do período da chegada da segunda quinzena do mês.

Na praça paulista, a bolsa de suínos segue com negócios entre R$ 80 a R$ 82/@, respectivamente R$ 4,27 a R$ 4,37/kg. A APCS (Associação Paulista dos Criadores de Suínos) explica que há negócios sendo registrados abaixo deste valor. Com isso, a situação com os custos de produção se agrava, visto que em média está em R$ 87/@.

Para o presidente da APCS, Valdomiro Ferreira, suinocultores devem procurar reduzir custos nas granjas. “É necessário reduzir a produção de proteína animal e diminuir drasticamente o consumo de milho e farelo de soja. Só assim, iremos escapar desta especulação doentia e danosa ao segmento de suínos e aves”, explica.

Para o analista de suínos, Fabiano Coser, a tendência é de recuperação, visto que as temperaturas mais baixas favorecem o consumo da proteína, além do desempenho positivo dos embarques que ajuda e reduzir a oferta de animais disponíveis.

» Acesse as cotações na íntegra para o suíno vivo 

Por:
Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário