Exportações de carne de frango encerram primeiro semestre com alta de 13,86%

Publicado em 04/07/2016 17:49
Embarques de carne suína in natura mantêm elevação de 55,5% neste ano

São Paulo, 04 de julho de 2016 - As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) voltaram a registrar volume mensal superior a 400 mil toneladas. De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), os embarques de junho atingiram 411,9 mil toneladas, volume 4,1% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

O bom desempenho de junho contribui para que o setor encerrasse o primeiro semestre com exportações 13,86% maiores que o realizado nos seis primeiros meses de 2015.  Ao todo, neste ano, foram embarcadas 2,266 milhões de toneladas – 276 mil toneladas a mais em relação ao ano anterior.

Já em receita cambial, o saldo do semestre registrou retração de 1,24%, com total de US$ 3,384 bilhões.  Em junho, a queda foi de 3,4%, com US$ 662,3 milhões.

Em ritmo diferente, os resultados dos embarques em reais apresentaram resultados positivos, com elevação de 6,3% em junho (com R$ 2,267 bilhões) e de 21,74% no semestre (com R$ 12,444 bilhões).

“Novamente a China foi um dos grandes destaques do mês, com exportações em volume 72% superior ao registrado em junho do ano passado.  Outros países da Ásia, como Coreia do Sul e Japão, também apresentaram bom desempenho, compensando o menor ritmo das exportações para o Oriente Médio, que apresentaram pequena retração devido ao período de Ramadã”, explica o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

Carne suína in natura – Os embarques de carne suína in natura também estão em ritmo positivo neste ano.  Conforme os números levantados pela ABPA, em junho foram exportadas 53,3 mil toneladas, volume 31,4% superior em relação ao mesmo período do ano passado.  No ano, a alta é de 55,5%, com 301,1 mil toneladas exportadas neste primeiro semestre (107,5 mil toneladas a mais em relação ao mesmo período do ano passado).

Com o bom desempenho das exportações, o resultado cambial registrou alta de 2,3% em junho na comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando US$ 113 milhões.  No ano, a alta chega a 15%, com US$ 573,6 milhões neste primeiro semestre.

O resultado também é positivo nos números em reais.  Ao todo, foram obtidos R$ 386,9 milhões em junho (+12,6%) e R$ 2,1 bilhões no semestre (+40,9%).

“As exportações de carne suína in natura para a China superaram 12 mil toneladas em junho.  Com este número, o mercado foi o segundo maior importador do produto no mês, ultrapassando Hong Kong e se aproximando dos níveis de exportações em volume para a Rússia”, analisa o vice-presidente de mercados, Ricardo Santin.

Fonte:
ABPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário