Suíno Vivo: Preços sobem em SC e RS neste início de semana; Exportações fecham julho em alta

Publicado em 01/08/2016 17:51
129 exibições

Nesta segunda-feira (01), o mercado de suíno vivo continuou registrando altas em algumas das principais praças de comercialização. Em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, as referências para a semana subiram. Nas demais regiões, ainda não houve definição, porém a expectativa é de alta para os próximos dias.

Em Santa Catarina, a bolsa de suínos que trabalhava há duas semanas com cotações estáveis definiu aumento na referência. Com isso, os negócios passam de R$ 3,30/kg para R$ 3,50/kg. Porém, o cenário ainda é de atenção, visto que os atuais patamares estão abaixo dos custos de produção.

No Rio Grande do Sul, a ACSURS (Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul) aponta que a média de preços para a semana ficou em R$ 3,65/kg, uma alta de R$ 0,18 em relação ao último levantamento. Para os integrados, a média de negócios segue em R$ 2,85/kg.

Por outro lado, a média de preços para o milho teve alta na semana. Com isso, a saca de 60 quilos está cotada em R$ 51, enquanto que na pesquisa anterior apontava para R$ 49,50. Para o farelo de soja, a média teve recuo e passa a ser cotado em R$ 1.350 pela tonelada.

O analista da Safras & Mercado, Allan Maia, explica que a virada do mês traz expectativa positiva ao mercado, tanto pelo período em que historicamente o consumo é maior quanto pelo feriado de Dia dos Pais. 

Exportações

Os embarques de carne suína in natura fecharam julho em alta, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em 21 dias úteis foram exportados 52,3 mil toneladas, com média diária de 2,5 mil toneladas.

Os números apontam para um crescimento de 2,7% em relação aos embarques de junho e aumento de 4,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. Já em receita, os embarques somam US$ 111,6 milhões, com valor por tonelada em US$ 2.134,6.

» Acesse as cotações na íntegra para o suíno vivo

Por Sandy Quintans
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário