Frango Vivo: Após altas, semana encerra com preços firmes em todas as regiões

Publicado em 19/08/2016 18:10
96 exibições

Após dias de altas nas cotações, o mercado de frango vivo voltou a encerrar a semana com preços firmes nesta sexta-feira (19). Com isso, Minas Gerais segue como a praça com maior valor praticado, em R$ 3,45/kg, e em São Paulo a referência permanece em R$ 3,25/kg. Na semana anterior, as duas praças tiveram altas significativas.

Apesar da semana de preços firmes, a situação é esperada, devido ao período do mês em que a procura pela proteína é menor. O analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, explica que a tendência é de preços firmes para o final de agosto, visto que oferta está ajustada. O levantamento semanal realizado pelo economista do Notícias Agrícolas, André Lopes, aponta que todas as praças encerraram a semana com estabilidade, após as altas da anterior.

Iglesias também explica que apesar dos atuais patamares de custos de produção, as cotações ainda necessitam de novas movimentações. “Os preços praticados cobrem os custos, mas reajustes ainda são necessários para recuperar margens do início do ano”, explica Iglesias.

O Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) aponta que a semana foi positiva para o mercado, registrando altas também no atacado. “Além da redução na oferta de animais, a demanda interna pela carne está aquecida, o que pode estar atrelado aos elevados patamares das carnes substitutas (suína e bovina)”, aponta.

Diante das boas perspectivas de preços, a carne de frango acabou perdendo competitividade diante da bovina, porém continua sendo a opção mais atrativa aos consumidores. Segundo a Scot Consultoria, atualmente é possível comprar 1,9 quilo de frango para um quilo de carne bovina. O resultado representa queda de 30% em relação ao mesmo perpíodo de 2015.

O analista da Safras & Mercado explica que a demanda pela proteína não é problema, que a grande preocupação do setor são os altos valores para insumos. “Em um cenário de recesso econômico, a demanda não é problema, pois acaba sendo a proteína mais acessível”, explica.

Com isso, outra medida que deve beneficiar o setor foi anunciada nesta semana. A Conab (Companhia de Abastecimento) irá realizar novos leilões de vendas dos estoques públicos na próxima terça-feira (23). Serão ofertadas 50 mil toneladas, destinadas apenas para produtores de aves e suínos. Com a escassez da oferta de milho, que trouxe altos preços, avicultores têm trabalhado com margens negativas desde o final de 2015.

Exportações

As parciais de embarques de carne de frango in natura de agosto foram divulgadas pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em 10 dias úteis, foram exportados 156,4 mil toneladas, com média diária 15,6 mil toneladas. Em receita, os embarques somam US$ 255,9 milhões, com valor por tonelada em US$ 1.635,9.

Em comparação com o volume diário de julho, há um acréscimo de 2,2% nos dados de agosto. Já em relação ao mesmo período de 2015, a média de embarques por dia está 4,8% abaixo.

» Acesse na íntegra as cotações do mercado de frango

 

Por Sandy Quintans
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário