Suíno vivo: Com baixa movimentação, SP registra queda de preço nesta 2ª

Publicado em 02/01/2017 17:24 112 exibições

A referência do suíno vivo no mercado independente de São Paulo ficaram fechou com queda de 2,298% nesta segunda-feira (2). Com o setor retomando o ritmo após as festividades de Natal e Ano Novo, grande parte das praças não divulgaram cotações no primeiro dia útil de 2017.

Segundo informações reportadas pela APCS (Associação Paulista de Criadores de Suínos), a bolsa de comercialização de suínos “Mezo Wolters“ - em sua primeira reunião em 2017 -, define preços entre R$ 85,00 a R$ 87,00/@, equivalente a R$ 4,53 a R$ 4,64/kg vivo na condições bolsa.

"Por ser o primeiro dia útil do ano, não podemos afirmar como será o comportamento do mercado nos próximos dias. Hoje, praticamente o mercado está sem posição definida", lembra a APCS em nota.

Em Santa Catarina, os negócios ocorrem a R$ 4,20/kg, assim como no Rio Grande do Sul. Já Minas Gerais e Goiás trabalham cotação a R$ 4,70 pelo quilo do vivo.

Para o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), mesmo com o bom desempenho das exportações, a fragilidade do mercado interno limitou o setor em 2016.

"Além disso, o significativo aumento nos custos, devido, especialmente, ao patamar recorde do milho, prejudicou fortemente a produção suinícola", lembra o Centro em seu boletim semanal.

Exportações

Números divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) nesta segunda apontam que os embarques de carne suína in natura, em dezembro, totalizaram 43 mil toneladas. A média diária ficou em 2 mil toneladas, resultando em queda de 32,9% na comparação com novembro/16, mas superior em 14,4% que o mesmo período de 2015.

Em receita, os embarques atingem US$ 97,7 milhões, com valor por tonelada chegando a US$ 2.269,5. Os atuais dados são menores em 41,9% aos resultados de novembro e maior em 36,3% aos resultados de dezembro do ano passado.

>> Confira a cotação completa do suíno.

Por:
Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário