Frango vivo: Com demanda fraca preços não reagem

Publicado em 11/01/2017 17:30
34 exibições

A dificuldade de escoar a produção no mercado interno - embora a carne de frango ainda seja a opção mais barata ao consumidor brasileiro -, limita altas no quilo do animal vivo ao produtor independente.

Para o analista da Safras & Mercado, Allan Maia, outro fator que colabora com o cenário baixista foi o fraco desempenho das exportações nos últimos meses, gerando excedente de oferta no mercado interno.

Em São Paulo, o preço segue estável desde o final da última semana, em R$ 2,80/kg. Já em Minas Gerais, Avimig (Associação dos Avicultores do Estado) relatou queda de preço no fechamento de ontem (10), deixando a referência em R$ 2,90/kg.

Neste ano, porém, o setor aposta no bom desempenho das vendas externas para sustentação a cadeia. Segundo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) os recentes casos de influenza aviária em vários países da Europa e da Ásia tendem a redirecionar a procura por produtos de fornecedores com melhor status sanitário, como o Brasil.

Estimativas da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) projetam aumento de 3% a 5% nos embarques brasileiros de carne de frango em 2017.

>> Confira a cotação completa do frango.

Por: Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário