Santa Catarina projeta aumento nas exportações de carne suína e de frango em 2017

Publicado em 02/02/2017 11:21
137 exibições

Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS) será vitrine para Santa Catarina mostrar qualidade da carne suína e de aves produzida no estado. Nesta quarta-feira, 01, o governador Raimundo Colombo e o secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, receberam das mãos do presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, o convite para participar do evento, que acontecerá entre os dias 29 e 31 de agosto, em São Paulo, e será focado na busca por novos mercados.

A intenção da ABPA é fazer da crise mundial na produção de aves, devido aos casos de influenza aviária, uma grande oportunidade para o Brasil. Segundo Francisco Turra, grandes exportadores de carnes de aves estão sendo banidos por causa da doença e isso abre uma janela para os produtos brasileiros, já que o Brasil nunca registrou nenhum caso de influenza aviária.

Para evitar o ingresso da Influenza Aviária em Santa Catarina, a Secretaria da Agricultura e da Pesca já trabalha com ações preventivas, intensificando a vigilância sanitária nas granjas de aves e nas divisas do estado. A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) faz ainda a vigilância epidemiológica nos dois sítios de aves migratórias existentes no estado, na Foz do Rio Tijucas e na Foz do Rio Araranguá, e nas aves domésticas existentes num raio de 10 quilômetros desses locais.

O secretário da Agricultura Moacir Sopelsa explica que a excelência sanitária é um patrimônio conquistado pelo agronegócio de Santa Catarina, com muita dedicação dos produtores, Governo do Estado e iniciativa privada, e por isso todos os esforços estão sendo feitos para que este status seja mantido. “Santa Catarina é reconhecido internacionalmente pela qualidade de seus produtos e pelo trabalho feito em sanidade animal, com certificados da Organização Mundial de Saúde Animal que garantem isso. Nossa equipe, junto com a iniciativa privada, está empenhada em manter nosso plantel de aves livre de qualquer doença, esse será nosso diferencial na busca por mercados internacionais”, afirma.

Santa Catarina é o segundo maior produtor e exportador de carne de frango do país. Em 2016, as exportações de carne de frango superaram um milhão de toneladas para mais de 100 países. Os principais destinos do produto catarinense foram o Japão, a China e os Países Baixos, que juntos responderam por 38,5% das exportações.

A avicultura tem o maior Valor Bruto da Produção Agropecuária catarinense, com um faturamento de R$ 7,1 milhões em 2016.

O vice-presidente da Ocesc para o agronegócio, Odacir Zonta, e o diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Carnes de SC, Ricardo de Gouvêa, também participaram do encontro.

Suinocultura

A suinocultura é o grande destaque no setor de proteína animal. Santa Catarina encerrou 2016 como o maior produtor e exportador de carne suína do país. O volume das exportações chegou a

274,1 mil toneladas, um aumento de 43,47% em relação a 2015. O estado respondeu por 38% das exportações brasileiras de carne suína, arrecadando US$ 555,2 milhões no último ano. A quantidade exportada só fica atrás de 2005, quando o estado vendeu quase 280 mil toneladas para o exterior. 

Em 2016, os principais destinos da carne suína produzida em Santa Catarina foram Rússia, China e Hong Kong, que juntos responderam por 67,2% das exportações do estado.  As expectativas agora recaem sobre a Coreia do Sul, com as negociações já em fase final, o país deve abrir seu mercado para a carne suína catarinense ainda este ano.

Fonte: Secretaria de Agricultura SC

Nenhum comentário