Seca na Argentina afeta safra de milho e preocupa produtores em Santa Catarina

Publicado em 03/04/2018 09:01
144 exibições

A seca na Argentina, que deve provocar uma quebra na safra de grãos de até 30% neste ano, tem gerado um efeito cascata que afeta a produção de aves e suínos em Santa Catarina. A principal causa é a escassez de milho no mercado, que acarreta um aumento nos preços e custos mais elevados para os produtores de porcos e frangos.

De acordo com o vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (Faesc), Enori Barbieri, o preço do milho tem oscilado muito nos últimos anos. Em 2016, houve escassez do produto, jogando o preço para cima. No ano seguinte, com mais gente plantando, ocorreu uma supersafra, o que fez com que o valor da saca despencasse. Dessa maneira, neste ano a área plantada em Santa Catarina diminuiu consideravelmente, o que fará com que a quantidade colhida seja menor. 

É nesse contexto que a seca argentina contribui para o aumento dos preços. Somando-se o fator especulativo e as deficiências logísticas, tem-se uma espiral negativa para a agroindústria. 

Confira a notícia na íntegra no site do Diário Catarinense

Fonte: Diário Catarinense

Nenhum comentário