Suíno Vivo: demanda segue lenta no mercado

Publicado em 29/10/2018 16:41
39 exibições

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (29), as cotações do suíno vivo permaneceram estáveis nas principais praças do país, à espera das referências das bolsas e cooperativas. A maior cotação é anotada em São Paulo, a R$4,05/kg.

O Indicador do Suíno Vivo Cepea/Esalq, referente à sexta-feira (26), trouxe alta para todas as praças, com exceção do Rio Grande do Sul, que manteve estabilidade a R$3,03/kg. A alta mais expressiva foi registrada em São Paulo, de 0,52%, a R$3,83/kg.

De acordo com a Scot Consultoria, a demanda segue lenta no mercado de suínos, o que gera pressão sobre os preços no atacado.

Contudo, os preços do milho estão pressionados para baixo, devido a uma maior disponibilidade do grão, o que aumenta o poder de compra do suinocultor.

>>>Confira mais cotações de suínos

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário