Inteiro ou em cortes, frango abatido sofreu forte desvalorização em abril

Publicado em 21/05/2020 08:53 48 exibições

Enquanto o custo de produção do frango vivo aumentou perto de 25% no espaço de um ano (levantamento mensal de custo da Embrapa Suínos e Aves), nas granjas e também nos abatedouros avícolas o preço recebido seguiu marcha inversa, com sensível redução de preços. E, neste caso, nem mesmo o fracionamento da ave abatida minimizou o problema.

Assim, por exemplo, comparativamente ao mesmo mês de 2019, o frango inteiro apresentou em abril deste ano baixa de 19%. Mas o recuo enfrentado pelo peito foi ainda maior, aproximando-se dos 22%. Uma amplitude, a menos, de quase 50 pontos percentuais frente à evolução do custo.

Menos mal para coxa e asa, pois a primeira sofreu redução de, aproximadamente, 7%, enquanto a queda de preço da asa ficou próxima (mas aquém) de 6,5%.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário