Desempenho do frango (vivo e abatido) na 22ª semana de 2020, quarta do mês de maio

Publicado em 01/06/2020 08:35 22 exibições

O que – esperava-se – deveria acontecer no transcorrer do mês, ficou reservado para o final do período. Ou seja: nos três derradeiros dias de negócios da quarta semana de maio, também a última do mês, o frango vivo comercializado no interior paulista obteve três sucessivas altas de dez centavos cada e, dessa forma, encerrou o período em mercado firme, negociado por R$3,30/kg.

O surpreendente – e, aparentemente, inédito – é que o frango abatido, apesar de pequenos reajustes no final da semana, encerrou maio com, praticamente, o mesmo valor da ave viva, ou seja, com uma diferença a mais que não passa de meio por cento (base: frango abatido resfriado comercializado no Grande Atacado da cidade de São Paulo).

O fraquíssimo desempenho do frango abatido - não apenas na semana que passou mas em todo o mês de maio - apenas escancara os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre o consumo final do produto. Ou seja: embora a oferta possa estar retrocedendo, continua a não haver consumo suficiente, situação agravada na segunda quinzena do mês pela antecipação de feriados.

Já a valorização da ave viva é reflexo da redução que vem ocorrendo no setor independente em decorrência do prejuízo que os produtores vêm enfrentando, há meses, devido à elevação dos custos com matérias-primas. A pandemia apenas agravou essa situação. Por sinal, as altas ocorridas no final do mês deveriam estar distribuídas ao longo de maio, mas a antecipação de feriados impediu que isso ocorresse.

De toda forma, a concentração dos ajustes nos últimos dias de negócios de maio é clara demonstração de que o mercado começa a ser retomado. Enfim, junho promete. Tanto para o frango vivo como para o abatido.

Notar, mesmo assim, que a redução de produção – propalada por todo o setor – parece ter ficado restrita aos produtores independentes. Estes estarão sujeitos aos abatedouros que se abastecem no mercado de aves vivas. Já o frango abatido permanece na dependência direta dos humores do consumidor final.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário