Desempenho do ovo em maio e nos cinco primeiros meses de 2020

Publicado em 01/06/2020 08:36 55 exibições

Embora não tenha apresentado o desempenho excepcional registrado em abril (efeito, quase exclusivo, das quarentenas impostas pela pandemia da Covid-19), o ovo apresentou comportamento mais equilibrado no decorrer de maio. Demonstrando:

Em abril as cargas fechadas de ovos brancos do tipo extra comercializadas no atacado da cidade de São Paulo iniciaram o mês negociadas por, em média, R$113,00/caixa, o maior valor já registrado pelo produto em todos os tempos. Mas menos de quatro semanas depois já haviam retrocedido quase 25%, encerrando o mês cotadas a R$86,00/caixa – excetuado janeiro, o menor valor de 2020.

Maio, naturalmente, foi iniciado com o mesmo valor do fechamento de abril: R$86,00/caixa. E ainda que o mercado não apresentasse aquele dinamismo observado tradicionalmente em anos anteriores, o período que antecedeu o Dia das Mães proporcionou alguma valorização ao produto que, às vésperas da data, alcançou seu valor máximo no mês: R$101,00/caixa, na média, cotação que se sustentou na semana seguinte, a que marcou o fim da primeira quinzena.

Obviamente, a partir daí seria natural o retrocesso dos preços, o que efetivamente ocorreu. Mas se não atingiu os patamares alcançados no mês anterior, o ovo encerrou maio com um preço médio – R$91,00/caixa – cerca de 6% superior ao da abertura do período.

É verdade que, na média do mês, maio acabou registrando um valor quase 10% inferior ao de abril. Mas considerando-se as turbulências que marcaram o mercado consumidor na segunda quinzena – caracterizada pela antecipação de vários feriados – e levando em conta, ainda, que o setor continua sem um dos seus principais consumidores – a merenda escolar – não se pode dizer que o desempenho do período tenha sido ruim. Sobretudo porque obteve-se no mês valor médio mais de 40% superior ao de maio de 2019.

Destaque-se, ainda, que na média dos cinco primeiros meses de 2020, o valor médio registrado – da ordem de R$93,29/caixa – encontra-se 39% acima da média registrada nos mesmos cinco meses de 2019. Além disso, a média registrada corresponde ao melhor valor real obtido pelo ovo na presente década.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário