China reforça rastreamento de transporte de suínos para controlar doenças animais

Publicado em 15/06/2020 11:42 128 exibições

A China intensificará a regulamentação do transporte de suínos para conter ainda mais a propagação da peste suína africana, disse o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais. 

A partir de 1º de julho, as empresas e indivíduos que transportam suínos deverão registrar suas informações pessoais básicas com um miniprograma no WeChat, que será gerenciado pelas autoridades nacionais de controle de doenças animais, informou o ministério em comunicado divulgado em 12 de junho . 

As informações de transporte de cada porco serão vinculadas aos dados de seu respectivo certificado de quarentena, permitindo às autoridades rastrear melhor o animal e reduzir o risco de propagação da peste suína africana, informou o ministério. 

A China vem aplicando big data e outras tecnologias da informação para melhorar a eficiência da supervisão de quarentena de animais. Uma declaração separada do ministério da agricultura na sexta-feira incentivou as autoridades locais a usar a tecnologia da informação para controlar doenças em todas as etapas, desde a criação até o abate de animais. 

Graças às rigorosas medidas de controle, o número de casos notificados de peste suína africana está diminuindo desde o final de 2018, observou Han Changfu, ministro da Agricultura e Assuntos Rurais, em maio. 

Tags:
Fonte:
Ministério Agricultura da China

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário