Exportação de carne de aves segue derrapando devido a crise econômica em principais países importadores

Publicado em 22/06/2020 15:58 251 exibições
Até os primeiros 14 dias de junho, faturamento não chegou nem à metade da receita obtida com a exportação do produto em junho de 2019

LOGO nalogo

Os dados de exportação de carne de aves até a terceira semana do mês, divulgados nesta segunda-feira (22) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, apontam que a venda do produto no exterior segue derrapando. De acordo com o analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, a carne de aves não consegue ter a mesma saída que a carne bovina ou suína, principalmente na China, que vêm puxando as compras de proteína animal brasileira.

"A carne de frango, principalmente, vem sentindo essa dificuldade, já que países do Oriente Médio, Coreia do Sul, Japão, União Europeia, diminuíram as comrpas. De certa forma, isso é em razão de uma crise econômica por conta de menor arrecadação estatal, menor poder aquisitivo da população, relacionado à pandemia do coronavírus", disse. 

O faturamento até a segunda semana de junho com as exportações de carne de frango foram de US$ 283.933,5  mil, cerca de 47,15% da receita com a venda do produto em junho de 2019, que foi de US$ 601.686,7 mil. 

No caso do volume exportado, nos primeiros 14 dias úteis de junho foram 224.503,9  toneladas, 60,72% do volume embarcado em junho passado, 369.729,9 toneladas.

A média diária paga pela carne de frango exportada até a terceira semana do mês foi de US$ 20.281,0 mil, quantia 35,96% inferior ao valor de US$ 31.667,7 mil. 

As toneladas por média diária embarcada de frango, 16.036,0 na terceira semana do mês, são 17,59% menores do que as 19.459,5 registradas em junho de 2019. 

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo nos primeiros 14 dias úteis de junho está estimado em 22,28%, quando comparados os US$1.264,7 praticados atualmente contra os US$ 1.627,4 no mesmo mês do ano passado.

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário