Covid-19: Justiça do Trabalho suspende decisão de paralisação temporária de frigoríficos da Coopavel (PR)

Publicado em 31/07/2020 14:27 78 exibições
Abatedouros de aves e de suínos da cooperativa no Paraná deveriam deixar de operar em caráter temporário neste sábado, 1º de agosto, após ação do Ministério Público do Trabalho

LOGO nalogo

O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) decidiu na tarde de quinta-feira (30) pela suspensão da decisão que obrigaria a Coopavel, em Cascavel (PR) a interromper temporariamente as atividades no frigorífico de aves e de suínos devido a contaminações por coronavírus entre funcionários. A decisão que perdeu a validade previa a interrupção dos trabalhos a partir deste sábado, 1º de agosto, para que todos os colaboradores das duas plantas passassem por triagem e exames para detecção da Covid-19.

>> Leia mais: Covid-19: Justiça do Trabalho suspende atividades em unidades de suínos e aves da Coopavel

Conforme o novo entendimento do TRT-PR, assinado pelo desembargador Aramis de Souza Silveira, apesar de a medida de paralisação ter sido descartada, continua valendo a obrigação de que a Cooperativa submeta os funcionários a exames. 

Segundo o documento, o posicionamento da Coopavel à justiça aponta a existência de fatos novos que descaracterizam a situação de surto epidemiológico alegada pelo Ministério Público do Trabalho do Paraná (MPT-PR).

A declaração da Cooperativa à Justiça é de que ela "conta com somente quatro trabalhadores afastados em suas plantas industriais de frigorífico, sendo três trabalhadores no frigorífico de aves e apenas um trabalhador no frigorífico de suínos, isso num universo de 3.497  trabalhadores o que prova a eficácia do plano de contingência”.

De acordo com a assessoria de imprensa da Coopavel, a cooperativa não vai se posicionar sobre o assunto, e segue trabalhando normalmente. 

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário