Desempenho do frango (vivo e abatido) na 31ª semana de 2020, passagem de julho para agosto

Publicado em 03/08/2020 08:43 16 exibições

Como é praxe acontecer na passagem de um mês para outro, na 31ª semana de 2020 o frango abatido voltou a registrar reação nos preços. Completou o período (e o mês) com valor quase 2% superior ao do mesmo dia da semana anterior. Não sem antes, porém, de enfrentar novas baixas no início da semana.

Elas, de toda forma, não afetaram os resultados do mês. Assim, julho foi encerrado com um preço médio que superou em 5,28% o valor alcançado um ano atrás e em 8,65% o registrado no mês anterior.

Por seu turno, o frango vivo manteve o patamar – recorde – de preços atingido na semana anterior. Com isso alcançou no mês valor perto de 14% superior ao de um ano antes, enquanto em termos mensais, o ganho ficou em 6,5%.

A tendência natural, nesta primeira semana de agosto, é de valorização do produto. O mais provável, no entanto, é que fique restrita ao frango abatido, porquanto, no momento, a cotação obtida pela ave viva – que por ora permanece com oferta restrita – atende satisfatoriamente às duas partes. Como, porém, o mercado é sempre uma caixinha de surpresas, as altas podem se estender aos dois segmentos.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário