Exportação de carne de frango em julho fecha no vermelho com quedas estabilizadas, diz analista

Publicado em 03/08/2020 16:09 57 exibições
Embarque e faturamento no mês de julho deste ano não atingiram o resultado obtido em julho do ano passado, mas seguem em linha com o desempenho em junho deste ano

LOGO nalogo

De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (3) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, a exportação de carne de frango neste mês de julho ficou aquém do resultado obtido no mesmo mês em 2019. Entretanto, de acordo com o analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, as quedas se estabilizaram.

O faturamento nos 23 dias úteis de julho com as exportações de carne de frango foram de US$ 446.877.202, cerca de 71,10% da receita com a venda do produto em julho de 2019, que foi de US$ 628.492.698. 

No caso do volume exportado, nos mês de julho foram embarcadas 337.480.028 toneladas, 90,76% do volume embarcado em junho passado, 371.804.508 toneladas.

"A carne suína avança muito forte nos preços, e a carne de frango não consegue imprimir essa mesma velocidade de recuperação. O dólar traz competitividade, mas com o desempenho abaixo do que foi no ano passado, acaba penalizando a receita", explica.

A média diária paga pela carne de frango exportada em julho foi de US$ 19.429.443, quantia 28,90% inferior ao valor de US$ 27.325.769 de julho do ano passado. 

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo neste mês de julho está estimado em 21,67%, quando comparados os US$ 1.324.158 praticados atualmente contra os US$ 1.690.384 no mesmo mês do ano passado.

As toneladas por média diária embarcada de frango, 14.673.044 até o final do mês, são 9,23% a menos do que as 16.165.413 registradas em julho de 2019. 

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário