Em dez dias úteis, exportações de suínos atinge 92% da receita e do volume embarcado em agosto/19

Publicado em 17/08/2020 17:11 e atualizado em 17/08/2020 18:51 188 exibições
Segundo analista, o momento para o suinocultor é para aproveitar para recompor as perdas dos meses de abril, maio e junho deste ano

LOGO nalogo

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal nesta segunda-feira (17), as exportações de carne suína seguem em ritmo acelerado. Nos primeiros dez dias úteis de agosto, tanto a arrecadação quanto o volume embarcado atingiram em torno de 92% do total alcançado em todo o mês de agosto do ano passado. 

O analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, afirma que o momento é de fazer lucros, buscando recuperar o rombo dos meses de abril,maio e junho deste ano. "A carcaça suína já ultrapassou os R$ 10/kg (recorde histórico), o suíno vivo tambem já ultrapassando os R$ 7,20/kg em São Paulo dá alivio após a crise", disse.

O faturamento na primeira semana de agosto com as exportações de carne suína foi de US$ 100.259.377, cerca de 91,88% da receita com a venda do produto em agosto de 2019, que foi de US$ 109.114.071. 

As 45.152,852 toneladas exportadas por enquanto representam 92,14% do volume embarcado no mesmo mês do ano passado, 49.003,544 toneladas.

"As exportações, principalmente para a China, têm dado um fôlego absurdo à cadeia suína, e a expectativa é que eles continuem comprando, tanto do Brasil quando dos estados Unidos. Visualizamos algo em torno de 85 a 100 mil toneladas a serem exportadas", afirmou.

A média diária paga pela carne suína exportada no começo deste mês foi de US$ 10.025.937, quantia 102,15% superior ao valor de US$ 4.959.730, praticados no mesmo mês do ano passado. 

As toneladas por média diária embarcada suína, 4.515,285 até décimo dia útil do mês, são 102,71% maiores do que as 2.227,433 registradas em agosto de 2019. 

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo em agosto está estimado em 0,28%, quando comparados os US$ 2.220.443 praticados atualmente contra os US$ 2.226.656 no mesmo mês do ano passado.

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário