Carne de frango volta a perder preço no mercado internacional, aponta FAO

Publicado em 04/09/2020 08:40 82 exibições

Os dados corrigidos da FAO apontam que após ligeira alta sobre o mês anterior, a carne de frango voltou a perder preço no mercado internacional.

A alta mensal, de 2,5%, ocorreu em julho, depois que os preços do produto retrocederam ao menor nível dos últimos 10 anos (80,43 pontos em junho último). Mas em agosto voltou a ocorrer pequeno retrocesso, inferior a meio por cento.

Com isso, o preço médio da carne de frango no oitavo mês do ano situou-se em 82,18 pontos, resultado 18% inferior ao de agosto de 2019. E, considerado o preço máximo já registrado no mercado internacional (129,66 pontos em abril de 2013) a queda de preço supera os 36%.

Não se conclua, porém, que o frango esteja sozinho nesse processo. Pois embora o preço da carne suína tenha aumentado 1,21% de julho para agosto, o produto ficou com um valor cerca de 11% inferior ao de agosto de 2019, ao mesmo tempo em que, comparativamente a seu preço máximo (134,02 pontos em junho de 2014), apresentou redução superior a 32%.

Sob esse aspecto, aliás, nenhuma carne obteve evolução positiva de preços. Mas quem continua perdendo menos é a carne bovina. É verdade que, de julho para agosto seu preço encolheu 0,23%, mas ficou apenas 0,26% aquém do registrado em agosto do ano passado e, relativamente ao preço máximo já registrado (118,83 pontos em outubro de 2014) registrou a menor redução entre as três carnes – 16,42% a menos.

Notar, de toda forma, que frente à paridade de preços das três carnes observada em agosto de 2019 (o que significa que elas registravam, então, evolução de preços idêntica à do período-base do acompanhamento), a carne de frango é a que enfrenta maior desvalorização.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário