Preços do frango sobem com exportação e maior competitividade ante outras carnes

Publicado em 04/09/2020 14:51 34 exibições

LOGO estadao
São Paulo, 4 - Os preços da carne de frango em agosto subiram pelo terceiro mês consecutivo, puxados pela maior competitividade ante a bovina e suína e pela demanda para exportação. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o frango inteiro congelado registrou média de R$ 4,96 o quilo na Grande São Paulo, alta de 3,7% frente a julho e de 12,4% em relação a agosto/19.

Para o inteiro resfriado, na mesma região, o preço subiu 4,4% de julho a agosto e 12,6% frente ao mesmo mês de 2019, com média também de R$ 4,96/kg.

"Em Porto Alegre (RS) o produto congelado foi cotado a R$ 5,36/kg na média de agosto, alta de 1,1% e de 0,7% nos comparativos mensal e anual, enquanto o inteiro resfriado atingiu 5,58/kg, aumentos de 4,5% frente a julho e de 4,1% na comparação com agosto/19", disse o centro de pesquisas em nota.

No mercado de cortes da região da capital paulista, a asa de frango foi a que mais se valorizou, 17,4% frente a julho e de 78,4% na comparação com o mesmo mês de 2019, a R$ R$ 12,46/kg na média de agosto.

"Para o frango vivo, as cotações também registraram elevação, visto que a indústria aumentou a procura por animais para garantir o andamento das linhas de produção. No Estado de São Paulo, o animal teve preço médio de R$ 3,84/kg em agosto, altas de 4,2% frente a julho e de 18,1% em relação a agosto/19", disse o Cepea.

Em Minas Gerais, o aumento foi de 4% no comparativo mensal, com média de R$ 3,90/kg em agosto, 3,5% acima da cotação verificada no mesmo mês de 2019.

Tags:
Fonte:
Estadão Conteúdo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário