Frango, ovo, milho e inflação em setembro de 2020

Publicado em 08/10/2020 08:13 57 exibições

Como já havia ocorrido em março (gráfico abaixo), em outubro corrente a variação de preços do milho deve superar a inflação acumulada na vigência do real, pois nos primeiros dias do mês já apresenta variação da ordem de 10% sobre o mês anterior e, no interior paulista, alcança a marca inédita dos R$70,00/saca.

Por ora, porém, fiquemos com o desempenho do grão em setembro passado, mês em que a variação de preço acumulada ficou apenas 41,63 pontos percentuais aquém da inflação do real (aqui medida pelo IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas e partindo de um índice 100 em agosto de 1994).

Mas se ficaram próximos da inflação, os preços do milho distanciarem-se significativamente dos preços do frango e do ovo, ambos com valorização bem aquém da experimentada pelo milho. Que, em setembro, registrou variação 140 pontos percentuais acima da experimentada pelo frango e – o que é lamentável constatar – quase 450 pontos percentuais acima da variação obtida pelo ovo.

Em outras palavras, se tivesse apenas acompanhado o preço de sua principal matéria-prima, continuando abaixo da inflação acumulada no período, o ovo teria sido comercializado em setembro por cerca de R$160,00/caixa (base: cargas fechadas do branco extra comercializadas no atacado da cidade de São Paulo). No entanto, alcançou menos da metade desse valor (R$71,60/caixa em setembro).

Neste caso, menos para o frango vivo. De toda forma, notar que, frente a uma valorização inferior a 25% nos últimos 12 meses, o produto enfrenta valorização de 60% no preço do milho. Ou enfrentava, porque em outubro corrente essa diferença tende a subir ainda mais.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário