Cotações para o suíno vivo continuam com valorizações

Publicado em 08/10/2020 19:06 128 exibições

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira, os preços no mercado de suínos seguiram com leves valorizações para o animal vivo, e também no mercado independente. De acordo com análise do Cepea/Esalq, o aquecimento nos valores é influenciado especialmente pelo típico aquecimento na demanda doméstica nesse período. Além disso, a oferta de animais em peso de abate ainda é reduzida. As exportações aquecidas também contribuem para o cenário positivo.

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, o preço da arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 152,00/R$ 153,00, assim como o da carcaça especial, cotada em R$ 11,40/R$ 11,60 o quilo. 

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quarta-feira (7), o preço ficou estável apenas em Minas Gerais, R$ 8,19/kg. Houve alta de 0,52% no Paraná, chegando a R$ 7,77/kg, avanço de 0,37% em são Paulo, atingindo R$ 8,14/kg, valorização de 0,26% em Santa Catarina, cotado em R$ 7,78/kg, e de 0,14% no Rio Grande do Sul, fehcando em R$ 7,22/kg. 

Os preços do suíno no mercado independente tiveram alta nesta semana nas principais praças produtoras. Segundo lideranças do setor, as exportações em alta, as compras do varejo no mercado doméstico para formação de estoques para as festividades de fim de ano e a oferta restrita de animais são fatores que contribuíram para a subida de preços. 

Leia Mais:

+ Preços em alta na suinocultura independente indicando exportações e compras aquecidas no varejo brasileiro

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário