China prevê oferta de carne suína no Ano Novo Lunar 30% maior do que no ano anterior

Publicado em 21/10/2020 08:48 237 exibições

LOGO REUTERS

A oferta de suínos durante o feriado do Ano Novo Lunar na China, maior consumidor do mundo, será 30% maior do que há um ano, disse um funcionário da agricultura na quarta-feira (21), após esforços significativos para reconstruir um rebanho de suínos esgotado.

A recuperação da produção de suínos, além de grandes importações de carne suína e mudanças na demanda do consumidor, aumentaria a oferta de carne suína em cerca de 30% com relação ao ano anterior, reduzindo os preços em comparação com o ano passado, disse Chen Guanghua, vice-diretor do departamento veterinário do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais, durante uma coletiva de imprensa.

O feriado do Ano Novo Lunar é o mais importante da China e a carne de porco é tradicionalmente servida nas refeições durante os jantares de reunião, quando milhões de famílias se reúnem em todo o país. Ele começará na noite de 11 de fevereiro de 2021.

Os produtores de suínos construíram 12.500 novas granjas de suínos em grande escala nos primeiros três trimestres do ano e reiniciaram mais de 13.000 fazendas vazias, disse Wei Baigang, chefe da divisão de desenvolvimento e planejamento do ministério, no briefing.

Wei disse que a recuperação do rebanho de suínos foi "melhor do que o esperado" depois que a peste suína africana matou pelo menos 40% dos porcos da China em 2019.

O ministério da agricultura da China estabeleceu uma meta no ano passado de restaurar o rebanho para 80% dos níveis normais até o final de 2020.

Até setembro, os estoques de suínos eram 370 milhões, ou 84% do nível em 2017, antes de a doença atingir, disse Wei, enquanto as porcas reprodutoras atingiram 38,22 milhões, ou 86% dos níveis de 2017.

Os preços da carne suína caíram por sete semanas consecutivas à medida que mais porcos são abatidos, acrescentou Wei, caindo para 50,56 yuans (US $ 7,59) por quilo.

(US $ 1 = 6,6629 yuan chinês)

Tags:
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário