Pintos de corte: tendências de produção no trimestre final de 2020

Publicado em 11/11/2020 09:27 13 exibições

Nos primeiros 19 anos deste século (ou seja, entre 2001 e 2019) a produção brasileira de pintos de corte distribuiu-se ao longo do ano segundo os percentuais apontados no gráfico abaixo. Assim, na média do período, completaram os primeiros nove meses do ano respondendo por 74,27% do total anual, ficando a maior parcela trimestral – 25,73% - para o trimestral final do exercício (linha azul no gráfico)

Claro, isso não pode ainda ser aplicado à produção de 2020. Mas considerando que a produção deste ano, salvo justificáveis exceções, vem sendo muito similar à apontada pela curva histórica e supondo-se, por decorrência, que o volume produzido entre janeiro e setembro tenha correspondido àqueles 74,27% do total, tem-se, para o último trimestre do exercício a produção apontada pela linha pontilhada em vermelho. Ou seja: em outubro perto de 600 milhões de pintos de corte, em novembro, pouco mais de 550 milhões; e em dezembro, 590 milhões..

É um exercício apenas e, por isso, os resultados finais podem não condizer com os projetados. Notar, de toda forma, que até aqui a produção efetiva vem acompanhando muito de perto as médias dos últimos 19 anos e, portanto, é muito difícil que se fuja a esse comportamento no corrente trimestre.

Notar, a propósito, que a “fuga” mais significativa da curva média ocorreu em maio – não por culpa do setor produtivo, mas por imposição da semi-paralisação do mercado ocasionada pelo isolamento social. A recuperação, no entanto, foi rápida, tendo como elemento impulsionador a maior competitividade da carne de frango frente às carnes concorrentes.

Aceitas as presentes projeções, o volume anual de pintos de corte girará em torno dos 6,760 bilhões de cabeças, volume que tende a ser superado. Porque, como observou recente projeção do AviSite (vide “Pintos de corte: produção 4,5% maior nos nove primeiros meses de 2020”), esse volume é praticamente o mesmo registrado no terceiro trimestre. E, como mostra a experiência, o volume do último trimestre corresponde, em geral, ao recorde do ano.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário