Desempenho do frango (vivo e abatido) na 47ª semana de 2020, terceira de novembro

Publicado em 23/11/2020 08:51 41 exibições

O frango abatido – cujo preço, 30 dias atrás, apresentava ganho de 43% em relação ao mesmo dia de 2019 - encerrou a terceira semana de novembro, 47ª de 2020, com um diferencial de apenas 13%, ou seja, 30 pontos percentuais a menos.

Boa parte dessa perda é reflexo da valorização alcançada no último bimestre de 2019, ocasião em que as três carnes – bovina, suína e de frango – apresentaram forte reação à demanda internacional. Mas também é efeito do enfraquecimento de mercado desde meados da semana passada, ocasião em que os preços começaram a refluir.

De toda forma, as perdas da semana que passou foram mais intensas, o período sendo encerrado com valores quase 4% menores que os de uma semana antes e fazendo a média mensal retroceder para R$5,79/kg, valor 4,7% e 22% superior aos alcançados em outubro passado e em novembro de 2019.

Faltando agora oito dias para o encerramento do mês, a tendência é de novos retrocessos. Pode ser, porém, que já se tenha alcançado aquele ponto mínimo de equilíbrio típico de quase todo final de mês.

O frango vivo, por seu turno, permaneceu com a mesma cotação alcançada na semana anterior (R$4,60/kg no interior de São Paulo; R$4,75/kg em Minas Gerais). Mas, pelo menos em São Paulo, o mercado já não apresenta a firmeza que vinha registrando há algum tempo.

Um ano atrás, nesta mesma época, permaneceu sem alteração de preço por quase 60 dias, ou seja, até o final do exercício. Mas a cotação então vigente (R$3,20/kg no interior) tornou-se apenas um referencial, pois grande parte dos negócios foi fechada a valores inferiores.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário