Ovos: preço médio do terceiro decêndio segue em bom patamar, mas não cobre o custo de produção

Publicado em 24/11/2020 08:10 43 exibições

A última semana cheia de novembro deve ser caracterizada pela disputa entre compradores e vendedores de ovos brancos e vermelhos. Os primeiros, pressionando por preços favorecidos, enquanto os produtores tentam suportar a pressão até que o mercado dê sinais de revitalização.

O acompanhamento histórico dos últimos 12 anos aponta que novembro geralmente é encerrado apresentando leve índice positivo em relação ao valor recebido na abertura do mês. De toda forma, houve no período índice negativo que chegou a 13,6%, enquanto o índice positivo atingiu 8,6%.

O acompanhamento por decêndios, por sua vez, mostra que na maior parte do último quinquênio - exceção foi 2018 - os preços não apresentaram alterações significativas. Porém, neste ano as condições são mais favoráveis com o preço médio do terceiro decêndio equivalendo a 8,2% de aumento sobre o recebido no primeiro decêndio.

Mesmo assim, os preços recebidos não cobrem o custo de produção e, com isso, os produtores devem seguir tentando manter as disponibilidades mais controladas para evitar baixas que aumentem ainda mais o prejuízo.

Tags:
Fonte:
OvoSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário