Sexta-feira (1º) com preços mais perto da estabilidade para o mercado de suínos

Publicado em 01/07/2022 16:39

Logotipo Notícias Agrícolas

As cotações para o mercado de suínos fecharam esta sexta-feira (1º de julho) com preços mistos, mas com variações quase insignificantes. De acordo com análise do Cepea/Esalq, os preços médios do suíno vivo em junho (até o dia 29) apresentam movimento de alta frente aos de maio. Por outro lado, na comparação anual, a média de junho ainda está inferior à do mesmo mês de 2021, em termos nominais. 

A reação mensal dos preços, que vem sendo observada em todas as praças acompanhadas pelo Cepea, é resultado da menor oferta de suínos, sobretudo de animais gordos, e do aquecimento da demanda por carne suína. 

Em São Paulo, de acordo com a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 129,00/R$ 138,00, assim como a carcaça especial, custando R$ 9,40 o quilo/R$ 9,80 o quilo.

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quinta-feira (30), houve aumento de 0,28% em são Paulo, atingindo R$ 7,19/kg, e queda de 0,16% em Santa Catarina, alcançando R$ 6,31/kg. Ficaram estáveis os preços em Minas Gerais (R$ 7,26/kg), Paraná (R$ 6,48/kg), e no Rio Grande do Sul (R$ 6,23/kg).
 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário