No quadrimestre, carne de frango mantém volume e recupera receita cambial perdida

Publicado em 25/05/2010 10:05 218 exibições
Mesmo que não tenha conseguido repetir o desempenho exuberante de anos anteriores (como, por exemplo, os quase 19% de incremento observado no primeiro quadrimestre de 2007), o volume de carne de frango exportado pelo Brasil passou (vem passando) quase incólume pela crise econômica mundial, pois mantém nos últimos três anos (primeiro quadrimestre) praticamente o mesmo volume – pouco mais de 1,150 milhão de toneladas, volume que, por sinal, corresponde a um aumento de 15% sobre o total exportado no primeiro quadrimestre de 2007, ocasião em que, pela primeira vez na história das exportações, alcançou-se a marca do milhão de toneladas em apenas quatro meses.

Já em relação à receita cambial registrou-se, em 2009, significativa redução no valor arrecadado, dado o forte recuo no preço médio do produto. Porém, as perdas registradas vêm sendo paulatinamente recuperadas. Assim, após ter sofrido queda de mais de 17% no primeiro quadrimestre de 2009, a receita cambial voltou a crescer quase na mesma proporção, fechando o quadrimestre inicial de 2010 com redução de apenas 2,73% sobre o mesmo quadrimestre de 2008.

Notar que os preços médios ora alcançados no mercado internacional (não muito diferentes dos registrados no mesmo período de 2008) devem corresponder a um valor de referência para o setor no médio prazo, pois dificilmente (ao menos sob as atuais condições econômicas mundiais) serão alcançados preços tão altos quanto os registrados no segundo semestre de 2008 pouco antes da eclosão da crise.

Por essa razão, os eventuais ganhos vindouros na receita cambial ficam mais na dependência de aumento do volume exportado do que do preço médio alcançado.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário