EUA: Setor leiteiro é visto como "trabalho sujo" que ninguém quer

Publicado em 31/08/2011 08:24 237 exibições
Os dados de desemprego nos Estados Unidos podem estar em mais de 9%, mas isso não significa que os empregadores têm 14 milhões de possíveis funcionários batendo em suas portas. De fato, encontrar bons funcionários continua sendo um desafio, especialmente para as fazendas leiteiras e outras operações relacionadas ao setor agrícola, onde vagas de "trabalhos sujos" são frequentemente difíceis de serem preenchidas.

Existem trabalhos que o The Fiscal Times descreve como "de alto estresse, desconfortável, perigoso ou somente repulsivo, que, apesar da recessão, você precisa estar muito desesperado para aceitar".

A publicação recentemente classificou o trabalhador de uma fazenda leiteira logo acima da profissão de técnico de remoção de piolhos como oportunidades de empregos que poucos trabalhadores dos Estados Unidos parecem querer, notando que cerca de 41% dos trabalhadores de fazendas leiteiras são estrangeiros.

Outros empregos na lista incluem:

- Lavador de janela;
- Trabalhador de fraldários;
- Ferreiros em prédios e construções altas;
- Trabalhador braçal da indústria de petróleo e gás;
- Leitor de medidores (de energia, por exemplo);
- Trabalhador em abatedouros de animais.

No entanto, de acordo com o artigo, companhias de software e extração de recursos naturais estão entre as que ainda estão tentando contratar, porque não conseguem encontrar pessoas com as habilidades necessárias. O artigo completo pode ser acessado no endereço: http://www.thefiscaltimes.com/.

Tags:
Fonte:
Dairyherd

0 comentário