Reação do preço do suíno traz boas expectativas a criadores no PR

Publicado em 26/09/2011 08:15 171 exibições
A aproximação do final do ano renova a esperança dos criadores do Paraná de um período melhor para a suinocultura. O preço do quilo do animal começou a reagir e a expectativa é que suba ainda mais.

Nos quatro barracões novos, o criador Fabiano Nettson engorda 5,5 mil cabeças de suínos. Ele recebe os leitões com 23 quilos e entrega os animais com 120 quilos. Nettson é um criador integrado a um frigorífico de Toledo. Por isso, o pagamento depende da eficiência na produção, mas ele já notou que houve um aumento de consumo.

Em outra propriedade da região, estão sendo criados agora os leitões que servirão as festas de fim de ano. O criador Darci Backes, que também é presidente da Associação dos Suinocultores, explica que este ano a produção de suínos foi mais complicada porque o custo subiu, alavancado pelo preço do milho, que está em alta. Enquanto em 2010, os criadores gastavam R$ 1,80 para produzir um quilo; este ano, gastaram R$ 2,15. O produtor independente já teve negócios fechados a R$ 2, 50 o quilo.

O Paraná responde por 13% da criação nacional de suínos. Só fica atrás de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário