Ovo perde a metade do reajuste que havia obtido no mês

Publicado em 23/11/2011 07:45 213 exibições
Não se concretizou a expectativa de que a aproximação do período de Festas iria garantir a continuidade da estabilidade do mercado de ovos. Pois a queda de demanda típica de todo o final de mês está se manifestando também em novembro e no momento em que começa a ser paga a primeira parcela do 13º salário.

O efeito imediato disso é que – a exemplo do ocorrido no atacado paulista com o frango abatido – ontem (22) o ovo perdeu a metade do reajuste que havia acumulado no mês, voltando a ser comercializado pelo mesmo valor que vigorou por curtos sete dias, entre 5 e 11 de novembro. Ou então (e sem ir mais longe) entre 24 de setembro e 5 de outubro.

Leia da íntegra no Avisite

Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário