Grãos: Clima em janeiro definirá o tamanho da safra no Paraná

Publicado em 29/12/2011 07:07 866 exibições
Clima das próximas duas semanas será determinante para a produção de soja e milho no estado.
Enquanto os veranistas esperam céu limpo com sol forte para aproveitar a temporada nas praias do Litoral, os agricultores paranaenses torcem para que o clima seja chuvoso. Nu­­vens carregadas vão representar a salvação das lavouras de grãos nas duas primeiras semanas de 2012. Caso o tempo fique seco, as perdas podem alcançar 30% na soja e no milho.

A irregularidade e a escassez das chuvas estão relacionadas ao La Niña, teoricamente mais fraco que o do último verão. Os problemas começaram a ser sentidos no início de dezembro e foram atenuados nos últimos dias, com o tempo nublado e as precipitações isoladas. O temor geral é que já tenham ocorrido danos irreversíveis, uma vez que dois terços das lavouras es­­tão em períodos decisivos, co­­mo floração e frutificação.

Enquanto os veranistas esperam céu limpo com sol forte para aproveitar a temporada nas praias do Litoral, os agricultores paranaenses torcem para que o clima seja chuvoso. Nu­­vens carregadas vão representar a salvação das lavouras de grãos nas duas primeiras semanas de 2012. Caso o tempo fique seco, as perdas podem alcançar 30% na soja e no milho.

A irregularidade e a escassez das chuvas estão relacionadas ao La Niña, teoricamente mais fraco que o do último verão. Os problemas começaram a ser sentidos no início de dezembro e foram atenuados nos últimos dias, com o tempo nublado e as precipitações isoladas. O temor geral é que já tenham ocorrido danos irreversíveis, uma vez que dois terços das lavouras es­­tão em períodos decisivos, co­­mo floração e frutificação.

Veja mais informações no site da Gazeta do Povo
Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

0 comentário