Famasul quer incluir MS em leilões de escoamento de trigo

Publicado em 01/02/2012 15:50 424 exibições
Mato Grosso do Sul tem uma produção de 42 mil toneladas de trigo, com uma área plantada de 33 mil hectares, segundo dados do IBGE. Para comercialização do produto, apenas uma empresa instalada no Estado negocia a compra do trigo. Para melhorar as condições de preços para os produtores, a Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) vai oficializar junto a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) pedido de inclusão do Estado nos leilões de escoamento.

A solicitação da inclusão do trigo nos leilões da Conab partiu do Sindicato Rural de Laguna Caarapã. O município conta com uma área de 5.300 hectares, ficando atrás somente de Ponta Porã, no Estado, que destina 6 mil hectares para produção do grão. O plantio de trigo tem início no inverno, entre os meses de março e abril. A colheita acontece entre julho e agosto. No país, a ultima safra rendeu 5,788 milhões de toneladas, colhidas em uma área de 2,165 milhões de hectares.

Na sexta-feira (27) o leilão de trigo da Conab comercializou 96% da oferta total do país de 380 mil toneladas. Com esse mecanismo, o governo reduz o custo do frete ao comprador e assegura ao vendedor um preço mínimo pelo produto.

Tags:
Fonte:
Famasul

0 comentário