Poda seletiva aumenta produtividade de cacau e diminui a vassoura de bruxa

Publicado em 22/05/2012 13:19 e atualizado em 07/03/2020 15:31 2886 exibições
Inspirado em outras culturas, Ednaldo Pereira, cacauicultor do sul da Bahia, investiu em uma experiência diferenciada no modo de produzir cacau e está despertando curiosidade em muitos produtores do município de Ibirataia. O método consiste na realização de uma poda seletiva e na colheita programada do cacau. 

O produtor garante que o rebaixamento da planta através da poda seletiva é o que mais tem contribuído para o controle de pragas e doenças, e para o aumento da produtividade. “O cacau também pode ser rebaixado. Hoje eu estou com uma produtividade alta, porque eu rebaixei. E isso facilita até a retirada e incidência da vassoura de bruxa”, afirma Ednaldo. 

Em 2010, em uma área experimental da Fazenda Oxalá, a produção de cacau chegou a 128 arrobas por hectare, e em 2011, 140 arrobas. E a expectativa para 2012 é de que a produção alcance novas marcas. “Para mim não tem nada igual. Reduziu a incidência da vassoura de bruxa em aproximadamente 98% e aumentou a produtividade. E eu espero agora em 2012, colher em torno de 150 a 160 arrobas por hectare”, conta o proprietário.

O encurtamento dos ramos da copa e a padronização da altura das plantas são alguns dos benefícios que a poda de manutenção drástica tem proporcionado a lavoura. Ainda como parte da poda que realiza sempre ao final do período de safra, ele ainda remove entre os meses de outubro e maio todos os frutos remanescentes e bilros que deveriam ser colhidos na safra intermediária, a chamada safra temporã. 

Os resultados são evidentes: concentração da produção em um único período e maior quantidade de frutos sadios. Mas, para obter estes resultados, é preciso que seja dado um tratamento especial a planta, como adubar corretamente o solo e limpeza constante da área. 

A utilização de variedade clonal através da seleção de materiais auto compatível que mais se adaptam a este método de cultivo de cacau, também é considerado um fator importante e o mais utilizados na propriedade são o CCN51 e o DN34. 
Tags:
Fonte:
Mercado do Cacau

0 comentário