Publicidade

Arrozeiros terão mais dois meses para renegociar suas dívidas

Publicado em 15/05/2013 18:37 365 exibições

Em decisão comunicada na terça-feira (14), pelos ministérios da Agricultura e Fazenda, durante audiência pública realizada na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, os produtores de arroz terão mais dois meses para renegociar por 10 anos suas dívidas junto às instituições financeiras. 


O prazo se estende até 30 de junho próximo, visto que no anterior encerrado em 30 de abril, muitos produtores não conseguiram atendê-lo porque os bancos privados não aderiram integralmente às regras aprovadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), justificou o presidente da Associação de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Rocha. 


Durante a audiência, o diretor-adjunto da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Ademiro Vian, explicou que dos 4.100 produtores aptos a renegociarem as dívidas, só 680 puderam recontratar. Assim, a Febraban se dispõe a encaminhar aos bancos as reclamações dos produtores, mas que processos serão analisados caso a caso.

Publicidade

A expectativa da Federarroz é de que as instituições financeiras sejam pró-ativas, chamem seus clientes à renegociação a fim de retomar o acesso ao crédito desses produtores, resgatando também seus clientes. A solução precisa ser urgente para atender o interesse de ambos os lados.

 

Tags:
Por:
Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário