Governo argentino libera mais 500 mil toneladas de trigo para exportação

Publicado em 27/02/2014 10:58 460 exibições

O Governo argentino voltou a liberar ontem, a contagotas, o trigo para exportação. O ministro da Economia, Axel Kicillof e o ministro da Agricultura, Carlos Casamiquela, anunciaram a autorização para exportação de 500.000 toneladas do cereral, que se somam a um igual volume liberado no último dia 13 de janeiro.

A nova autorização não terá efeitos demasiados na prática do mercado de grãos. O Governo argentino aguardava por uma segurança sobre o tamanho real da safra com o final da colheita. As estimativas oficiais apontam para uma produção total de 9,2 milhões de toneladas, o que daria um saldo exportável para todo o ano de 2014 de apenas 1,5 milhão de toneladas do cereal.

Se esse prognóstico se cumprir, o Governo só poderia autorizar mais meio milhão de toneladas de trigo para vender ao mundo (principalmente Brasil) em todo o ano.

Analistas de mercado calculam que o remanescente exportável está acima do que o Governo considera e o situam entre 2,2 milhões e 2,5 milhões de toneladas.

No anúncio da nova abertura de exportação para o trigo, Kicillof ratificou que "todo o excedente sobre as necessidades do consumo interno será destinado à exportação". Casamiquela, ao seu lado, destacou os avanços no procedimento para a emissão das permissões de exportação (ROE).

(Com informações da Bolsa de Cereais de Buenos Aires)

Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário