Trigo: com clima seco nos EUA e tensões na Ucrânia, mercado fecha com maiores preços em 10 meses

Publicado em 19/03/2014 17:38 504 exibições

Os futuros do trigo subiram expressivamente nesta quarta-feira (19) e fecharam o pregão regular com mais de 20 pontos de alta na Bolsa de Chicago. Todos os principais vencimentos já operam acima dos US$ 7 por bushel, e o maio/14 encerrou o dia valendo US$ 7,15. Segundo analistas, as cotações atingiram os mais altos patamares em 10 meses. 

Importantes regiões produtoras do cereal nos Estados Unidos estão sofrendo com condições climáticas adversas, chuvas abaixo da média para o período, as quais podem comprometer os resultados da produção norte-americana. Uma colheita menor no país, afinal, poderia prejudicar a disponibilidade mundial do grão. 

Além da situação dos EUA, há ainda as preocupações com a oferta vinda da região do Mar Negro, por conta das tensões entre Rússia e Ucrânia. 

Atualmente, a safra ucraniana tanto de milho quanto de trigo têm sido de extrema importância para o quadro mundial de oferta e demanda. E, de acordo com o Departamento de Agricultura do país, a anexação da Crimeia à Rússia não deverá prejudicar o mercado e as exportações. 

Atualmente, 7% dos embarques do país são feitos através da península. No entanto, o governo afirma que os portos de Odessa, Ilyichevsk e Nikolaev podem absorver este volume. Por dia, os terminais exportam cerca de 95 mil toneladas.

Até a última sexta (14), a Ucrânia, cujo ano-safra se iniciou no dia 1º de julho, exportou 25,66 milhões de toneladas de grãos. Em comparação ao ciclo anterior, as exportações aumentaram 37%.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário