EUA: Produtores abandonam áreas de trigo para plantar mais sorgo

Publicado em 27/06/2014 18:17 706 exibições

Produtores rurais norte-americanos estão destinando áreas onde plantavam trigo para o plantio de sorgo, depois que uma estiagem prolongada danificou algumas lavouras de trigo no Texas. 

Os produtores do estado devem plantar 2,8 milhões de acres de sorgo, de acordo com Wayne Cleveland, diretor executivo da Associação de Sorgo do Texas. A previsão do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) feita em março era de 2,5 milhões de acres. O aumento do plantio de sorgo também se deve a um demanda maior pelo grão, que é um alimento básico em partes da África e da Ásia. 

O sorgo é produzido no estado de Dakota do Sul até o Texas, que é o maior produtor. Esta cultura pode ser cultivada em solos de baixa qualidade, pois tem bom desenvolvimento em condições mais quentes e secas do que o milho e a soja, de acordo com Dan O’ Brien, economista agrícola da Universidade do Estado de Kansas.

“Tivemos uma área grande de trigo que ficou danificado pela seca no norte do estado e os produtores estão começando a plantar trigo nessas áreas”, afirmou Wayne Cleveland. “Não tivemos umidade suficiente para manter (o trigo)”. 

Quase 69% do estado do Texas ainda está sofrendo com seca moderada a excepcional, de acordo com informações do monitor da seca do USDA. No início do ano, a área que sofria com a seca era 44%. No Kansas, o segundo estado maior produtor de sorgo, cerca de 87% das áreas estão sob seca, um aumento razoável em relação aos 47% diagnosticados antes. 

Demanda da China 
China, que é o maior consumidor mundial de grãos, comprou 130 milhões de bushels de sorgo nos Estados Unidos para entrega nos próximos 12 meses que se encerram em 31 de agosto, de acordo com informações do USDA.

Os primeiros embarques de sorgo para o país foram entregues em outubro de 2013 e as compras chinesas aumentaram diante da demanda por um ingrediente alternativo e mais barato para a produção de ração, depois que rejeitaram alguns cargos de milho geneticamente-modificado de uma variedade não aprovada. 

“Esta demanda certamente tem um impacto positivo nos preços que os produtores recebem pelo seu sorgo”, afirmou Lindsay Kennedy, porta-voz dos Produtores de Sorgo Nacional, em Lubbock, Texas. 

Os preços dos grãos entregues na cidade de Kansas, Missouri, já subiram 9,1% este ano, sendo que o milho só avançou 7%, segundo o USDA. 

Área norte-americana de sorgo 
A área norte-americana de sorgo deverá aumentar para 7.561 milhões de acres, sendo que as estimativas feitas pelo governo em março apontavam para 6.681 milhões de acres. No ano passado, os produtores plantaram em uma área de 8.061 milhões de acres.   

A produção dos EUA geralmente é exportada para ser usada como ração animal, biocombustíveis e outros produtos alimentícios. Cerca de 35% da produção doméstica é usada para produzir etanol. 

Pela primeira vez desde que começou a trabalhar com agricultura, em 1984, o americano Clayton Short destinou sua área tradicionalmente cultivada com trigo para plantar mais sorgo, em Kansas. 

Informações: Bloomberg

 

Tags:
Por:
Fernanda Bellei
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário