Arroz: Mercado estabiliza no Sul, trava no Mato Grosso e Conab confirma safra maior

Publicado em 07/10/2016 14:32
59 exibições
Balança comercial inverte de vez em outubro com importações firmes. Semeadura está adiantada no Sul, apesar do crédito em declínio

Os preços do arroz em casca no Rio Grande do Sul nesta primeira semana de outubro se mantiveram abaixo dos R$ 50,00, mas com relativa estabilidade. O indicador de preços do arroz em casca Cepea/Senar­RS registrou média de R$ 49,57 nesta quinta­feira (6/10), valor equivalente a US$ 15,37 por saca de 50 quilos do cereal (58x10), à vista. No mês o indicador acumula desvalorização de 0,18%, ou nove centavos frente à última cotação de setembro.

Em dólar, o valor apreciou 10 cents face à oscilação cambial. Este comportamento dos preços internos reflete uma conjuntura de muita expectativa, mas pouca movimentação. Apesar de a indústria esperar um aumento da oferta por parte dos produtores em função do vencimento de duas parcelas de custeio em outubro, mais a necessidade de capital para as operações finais de ajustes de maquinário, preparo de solo e plantio, as vendas seguem restritas, num ritmo normal dos últimos meses. Assim sendo, a indústria se mantém priorizando a compra de cereal depositado ou com valores de oportunidade.

Nem mesmo a expectativa de que as importações firmes e a pressão “psicológica” pelo anúncio de uma safra cheia na temporada que se inicia – e a demanda por crédito – estão movimentando o mercado arrozeiro gaúcho, único que ainda dispõe de volume para isso no Brasil.

Leia a notícia na íntegra no site Planeta Arroz

Tags:
Fonte: Planeta Arroz

Nenhum comentário