Chuva diminui colheita e aumenta preços para o trigo no Canadá

Publicado em 31/10/2016 10:04

A gigante exportadora canadense G3 aumentou sua previsão para o preço do trigo duro, apesar das expectativas de crescimento da produção interna, que deve ser recorde. Isso é porque as chuvas constantes afetam diretamente a qualidade do grão e traz preocupações para a colheita.

O preço, de acordo com a G3, deve chegar até $45 a tonelada. O aumento pode significar que os produtores estão agora olhando para um aumento "saudável" e também reflete as preocupações crescentes a respeito da chuva e da neve, que deixaram alguns produtores incapazes de realizar a colheita na safra passada.

O progresso da colheita diminuiu devido ao excesso de chuvas que caiu sobre grandes áreas de Alberta e Saskatchewan, nesta última, onde todas as culturas, da cevada ao trigo, estavam com 82% das áreas colhidas, sendo que o trigo foi 77% colhido.

O Conselho Internacional de Cereais (IGC, na sigla em inglês) também advertiu sobre fatores de qualidade, apesar de atualizar sua estimativa para a safra de trigo duro canadense para um recorde de 7,3 milhões de toneladas.

O recorde atual, de 6,5 milhões de toneladas, foi alcançado em 2013, de acordo com dados oficiais do país.

A colheita do trigo duro do Canadá geralmente se dá em meados de outubro, mas devido a atrasos provocados por fortes chuvas e neve, em torno de um quarto da produção ainda permaneceu a ser colhida nesta safra, segundo o IGC.

O IGC também reduziu sua previsão para as exportações do trigo duro canadense na safra 2016/17 para 5,2 milhões de toneladas, apesar do aumento da estimativa de safra.

Ainda assim, este número representaria um aumento de 700.000 toneladas ao ano e representam bem mais da metade dos embarques globais de 9 milhões de toneladas esperadas para a temporada.

Com informações do Agrimoney

Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário