Por falta de chuvas, trigo do sudeste de Buenos Aires, Argentina, tem potencial comprometido

Publicado em 02/12/2016 09:00
72 exibições

A Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA) alertou nesta sexta-feira (2) que, caso não sejam registradas chuvas no sudeste de Buenos Aires, a produção de trigo poderia ser afetada nesta região, principalmente no que diz respeito aos rendimentos.

"Se não forem registradas novas chuvas, o estado de baixa umidade poderia impactar negativamente a produção local do trigo, cultivo que já apresenta parte de seu potencial de rendimento comprometido pelas geadas registradas semanas atrás em grande parte da região", disse a BCBA.

Segundo a entidade, a condição hídrica regular que se mantém sobre o sudeste de Buenos Aires "continua limitando o desenvolvimento normal da etapa crítica de grão pastoso, razão pela qual não se descarta a possibilidade de registrar quedas na produção total".

A nível de país, já se colheu 28,9% da superfície plantada, com uma média de produtividade de 42 sacas por hectare. Um volume de cerca de 3 milhões de toneladas já foi colhido.

Zona Núcleo

A Bolsa de Comércio de Rosário (BCR) apontou, por sua parte, que a zona núcleo produziria entre 700 mil e 1 milhão de toneladas a mais do que no ano passado, devido ao maior nível tecnológico aplicado e ao entusiasmo visto nas intenções de plantio.

Os indicadores desta região mostram uma média de produtividade de 58 sacas por hectare, devendo ficar próxima das 63 a 70 sacas por hectare ao final da safra, de acordo com as estimativas da BCR.

A zona núcleo argentina é composta por alguns departamentos das províncias de Buenos Aires, Santa Fe e Córdoba.

Com informações do Agrositio

Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário